Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page

Rating: 2.4/5 (54 votos)



ONLINE
1





Partilhe este Site...




a Palavra de Jeová é como um tesouro precioso.
a Palavra de Jeová é como um tesouro precioso.

 

Durante a jornada de Israel pelo deserto, Corá, Datã e Abirão se rebelaram contra a autoridade de Moisés e Arão. Por causa do orgulho, aqueles rebeldes quiseram adorar a Jeová de modo independente. Qual foi a reação de Jeová? Ele os executou. (Núm. 26:8-10) Podemos aprender uma lição vital desse relato histórico. Rebelar-se contra Jeová tem um fim desastroso. Além disso, devemos nos lembrar de que “o orgulho vem antes da derrocada”. — Pro. 16:18; Isa. 13:11. Considere também a ganância. Uma pessoa gananciosa costuma tomar liberdades e passar dos limites do que é considerado comportamento aceitável. Depois que Naamã, chefe do exército sírio, foi curado de sua lepra, ele ofereceu presentes ao profeta Eliseu, que os recusou. Mas o ajudante de Eliseu, Geazi, cobiçou aqueles presentes. Geazi disse a si mesmo: “Por Jeová que vive, correrei atrás [de Naamã] e tomarei algo dele.” Sem Eliseu saber, Geazi foi atrás de Naamã e usou mentiras descaradas para pedir “um talento de prata e duas mudas de roupa”. O que aconteceu com o ganancioso Geazi por ter feito isso e ter mentido para o profeta de Jeová? A lepra de Naamã passou para ele. — 2 Reis 5:20-27.

A ganância pode começar com pequenas coisas, mas se não for contida pode se intensificar rapidamente e dominar alguém. O relato bíblico de Acã mostra como a ganância é poderosa. Note a rapidez com que a ganância de Acã se agravou. Ele disse: “Quando cheguei a ver no meio do despojo um manto oficial de Sinear, de bom aspecto, e duzentos siclos de prata e um lingote de ouro, cujo peso era de cinquenta siclos, então os desejei e os tomei.” Em vez de rejeitar o desejo errado, Acã, motivado por ganância, roubou aqueles objetos e os escondeu em sua tenda. Quando a transgressão de Acã veio à tona, Josué lhe disse que Jeová traria calamidade sobre ele. Acã e sua família foram apedrejados até a morte naquele mesmo dia. (Jos. 7:11, 21, 24, 25) A ganância é um perigo constante que pode nos enlaçar. Assim, que ‘nos guardemos de toda sorte de cobiça’, ou ganância. (Luc. 12:15) Embora vez por outra tenhamos algum pensamento errado ou imaginemos coisas imorais, é vital controlarmos a mente e não deixarmos que nossos desejos ganhem força a ponto de cometermos um pecado. — Leia Tiago 1:14, 15.

Tanto o orgulho como a ganância podem nos levar ao desastre. Pensar nas possíveis consequências de seguir um proceder ruim nos ajudará a não permitir que essas tendências abafem a voz de Jeová. (Deut. 32:29) Na Bíblia, o Deus verdadeiro não apenas nos diz qual é o modo certo de agir, mas também explica os benefícios desse proceder e as consequências de fazer o contrário. Quando nosso coração nos induz a querer fazer alguma coisa por orgulho ou ganância, é muito sábio refletir nas consequências. Devemos considerar como o proceder errado afetaria a nós, nossa família, nossos amigos e principalmente nossa relação com Jeová.

Jeová deseja o melhor para nós. (Sal. 1:1-3) Ele dá toda a orientação que precisamos no momento certo. (Leia Hebreus 4:16.) Embora fosse perfeito, Jesus dependia da comunicação regular com Jeová. Ele orava incessantemente. Jeová apoiou e orientou Jesus de maneiras maravilhosas. Ele enviou anjos para fortalecer seu Filho, lhe forneceu seu espírito santo para ajudá-lo e o orientou ao escolher os 12 apóstolos. Do céu, Jeová disse que apoiava e aprovava Jesus. (Mat. 3:17; 17:5; Mar. 1:12, 13; Luc. 6:12, 13; João 12:28) Assim como Jesus, precisamos abrir nosso coração a Deus em oração. (Sal. 62:7, 8; Heb. 5:7) Por meio da oração, podemos manter boa comunicação com Jeová e viver de uma forma que traga honra a ele. É verdade que Jeová deixa suas orientações à disposição de todos, mas ele não obriga ninguém a segui-las. Precisamos pedir seu espírito santo, o que ele nos dá em abundância. (Leia Lucas 11:10-13.) No entanto, é essencial que ‘prestemos atenção a como escutamos’. (Luc. 8:18) Por exemplo, seria hipocrisia pedirmos a ajuda de Jeová para vencer uma inclinação para a imoralidade e ao mesmo tempo continuarmos vendo pornografia ou filmes imorais. Para recebermos a ajuda de Jeová, precisamos estar nos lugares ou situações em que esse espírito está presente. Sabemos que seu espírito está nas reuniões congregacionais. Muitos servos de Jeová evitaram consequências desastrosas por terem escutado a Jeová em nossas reuniões. Em resultado disso, eles perceberam tendências erradas se desenvolvendo em seu coração e corrigiram a situação. — Sal. 73:12-17; 143:10.

Pense em Davi, rei do Israel antigo. Quando era jovem, ele derrotou o gigante filisteu Golias. Davi foi um soldado e um rei para a nação, protegendo-a e tomando decisões por ela. Mas, quando confiou em si mesmo, seu coração o enganou e ele acabou cometendo um pecado grave com Bate-Seba, chegando até mesmo a fazer com que o marido dela, Urias, fosse morto. Quando foi disciplinado, Davi humildemente admitiu seu erro e restaurou sua relação com Jeová. — Sal. 51:4, 6, 10, 11. Devemos acatar o conselho encontrado em 1 Coríntios 10:12 e não confiar demais em nós mesmos. Visto que não somos capazes de ‘dirigir o nosso passo’, acabaremos escutando ou a voz de Jeová ou a de seu Adversário. (Jer. 10:23) É vital orarmos com constância, seguirmos a orientação do espírito santo e sempre escutarmos atentamente a voz de Jeová.

de fato, a Palavra de Jeová é como um tesouro precioso feliz é quem o encontra.