Sites Grátis no Comunidades.net
Translate this Page

Rating: 2.5/5 (48 votos)



ONLINE
1





Partilhe este Site...




Aproveite a vida da melhor maneira
Aproveite a vida da melhor maneira

 

O PAI estava em casa, na cama, morrendo de câncer. O filho, na oficina, arrumava as ferramentas que o pai usava para trabalhar com madeira. Enquanto as manuseava, pensou nas coisas maravilhosas que o pai fizera com elas. Embora a oficina ficasse ao lado da casa, ele sabia que o pai nunca mais entraria ali, nunca mais seguraria as ferramentas que usava tão bem. Isso era coisa do passado.

O filho pensou no texto de Eclesiastes 9:10: “Tudo o que a tua mão achar para fazer, faze-o com o próprio poder que tens, pois não há trabalho, nem planejamento, nem conhecimento, nem sabedoria no Seol [a sepultura], o lugar para onde vais.” Ele conhecia bem esse texto. Usara-o muitas vezes ao pregar a outros a verdade da Bíblia, de que a morte é um estado de inatividade. Agora a plena força do raciocínio de Salomão lhe atingia o coração: devemos aproveitar plenamente a vida e desfrutar nossos dias enquanto podemos, porque virá o tempo em que não poderemos mais fazer isso.

                      Desfrute a vida

Em todo o livro de Eclesiastes, o sábio Rei Salomão exorta seus leitores a desfrutar a vida. Por exemplo, o capítulo 3 declara: “Vim saber que não há nada melhor para [as pessoas] do que alegrar-se e fazer o bem durante a sua vida; e também que todo homem coma e deveras beba, e veja o que é bom por todo o seu trabalho árduo. É a dádiva de Deus.” — Eclesiastes 3:12, 13.
Salomão foi inspirado por Deus a repetir essa idéia: “Eis que a melhor coisa que eu mesmo vi, que é bonita, é que a pessoa coma, e beba, e veja o que é bom por toda a sua labuta com que trabalha arduamente debaixo do sol pelo número dos dias da sua vida que o verdadeiro Deus lhe deu, pois este é seu quinhão.” — Eclesiastes 5:18.
De modo similar, ele incentiva os jovens: “Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e faça-te bem o teu coração nos dias da tua [juventude], e anda nos caminhos de teu coração e nas coisas vistas pelos teus olhos.” (Eclesiastes 11:9a) Como é bom desfrutar a plena força e o vigor da juventude! — Provérbios 20:29.

                  ‘Lembre-se do seu Criador’

Naturalmente, Salomão não quer dizer que é sábio empenhar-se por tudo que agrade ao coração ou aos olhos. (Note 1 João 2:16.) Isso é evidente no que ele escreve a seguir: “Mas sabe que por todos estes [empenhos que talvez satisfaçam os desejos] o verdadeiro Deus te levará a juízo.” (Eclesiastes 11:9b) Não importa a idade, devemos nos lembrar de que Deus observa o que fazemos com nossa vida e nos julgará concordemente.

Como é tolo raciocinar que se pode levar uma vida egocêntrica e empenhar-se pela devoção piedosa só na velhice! A vida pode acabar a qualquer momento. Mesmo que isso não aconteça, não fica mais fácil servir a Deus na velhice. Reconhecendo esse fato, Salomão escreve: “Lembra-te, pois, do teu Grandioso Criador nos dias da tua idade viril, antes que passem a vir os dias calamitosos ou cheguem os anos em que dirás: ‘Não tenho agrado neles.’” — Eclesiastes 12:1.
Os anos cobram seu tributo. Em termos simbólicos, Salomão descreve a seguir o efeito da velhice sobre a pessoa. Mãos e braços trêmulos, pernas fracas e dentes que caem. Cabelos brancos e calvície. Sono tão leve que o som de um pássaro acorda a pessoa. Sentidos — visão, audição, tato, olfato e paladar — enfraquecidos. O corpo fraco faz a pessoa ficar com medo de cair e com outros “terrores” nas vias públicas. Com o tempo a pessoa morre. — Eclesiastes 12:2-7.

A velhice é especialmente calamitosa para quem não ‘se lembrou do seu Grandioso Criador’ na juventude. Por ter desperdiçado a vida, essa pessoa ‘não tem agrado’ quando fica mais velha. Um estilo de vida apartado de Deus talvez aumente também os problemas e as dores da velhice. (Provérbios 5:3-11) Infelizmente, olhando para o futuro, essas pessoas não vêem nada, além do túmulo.

                  Alegrar-se na velhice

Isso não significa que os idosos não possam desfrutar a vida. Na Bíblia, “longura de dias e anos de vida” também são relacionados com a bênção de Deus. (Provérbios 3:1, 2) Jeová disse ao seu amigo, Abraão: “Quanto a ti, . . . serás enterrado numa boa velhice.” (Gênesis 15:15) Apesar dos desconfortos da idade avançada, Abraão teve paz e serenidade no fim dos seus dias, relembrando com satisfação uma vida devotada a Jeová. Ele também aguardava com fé a “cidade que tem verdadeiros alicerces”, o Reino de Deus. (Hebreus 11:10) Assim, morreu “idoso e satisfeito”. — Gênesis 25:8.
De modo que Salomão exortou: “Mesmo que o homem viva muitos anos, alegre-se ele em todos eles.” (Eclesiastes 11:8) Quer sejamos jovens, quer idosos, a verdadeira alegria tem a ver com nossa relação com Deus.
Ao guardar o restante das ferramentas do seu pai, o jovem na oficina pensou nessas coisas. Pensou em todas as pessoas que conhecia que haviam tentado aproveitar a vida da melhor maneira, mas que não encontraram felicidade porque não tinham uma relação com o Criador. Parecia-lhe bem apropriado que, depois de dar incentivo para que a pessoa se alegrasse durante a vida, Salomão resumisse o assunto com as palavras: “A conclusão do assunto, tudo tendo sido ouvido, é: Teme o verdadeiro Deus e guarda os seus mandamentos. Pois esta é toda a obrigação do homem.” — Eclesiastes 12:13.