Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate this Page

Rating: 2.4/5 (54 votos)



ONLINE
1





Partilhe este Site...




conselhos ao coração dos jovens
conselhos ao coração dos jovens

                    jovens,lembrem-se de seu Grandioso Criador agora

“Lembra-te, pois, do teu Grandioso Criador nos dias da tua idade viril.” — ECL. 12:1.

Como Jeová expressa sua confiança nos seus jovens adoradores?
JEOVÁ considera os jovens cristãos tão preciosos e refrescantes como gotas de orvalho. E ele predisse que no dia da “força militar” de seu Filho, moças e rapazes se ‘ofereceriam voluntariamente’ no serviço de Cristo. (Sal. 110:3) Essa profecia se cumpriria numa época em que a maioria das pessoas seriam ímpias, desobedientes, e só pensariam em si mesmas e no dinheiro. Mas Jeová sabia que os jovens que o adorassem seriam diferentes. Quanta confiança ele tem em vocês, jovens irmãos e irmãs!

                         Lembrar-se de Jeová envolve o quê?

Imagine como Deus deve se alegrar ao ver jovens se lembrarem dele como Grandioso Criador. (Ecl. 12:1) Naturalmente, lembrar-se de Jeová envolve mais do que apenas pensar nele. Requer ação — fazer o que agrada a Deus, permitir que suas leis e princípios nos guiem na vida diária. Significa também confiar em Jeová, sabendo que ele só quer o nosso bem. (Sal. 37:3; Isa. 48:17, 18) É esse o seu conceito sobre seu Grandioso Criador?

                  “Confia em Jeová de todo o teu coração”

Como Jesus demonstrou confiança em Jeová, e por que é importante confiar em Jeová hoje? O melhor exemplo de alguém que confiou em Deus foi, naturalmente, Jesus Cristo. Ele viveu à altura das palavras de Provérbios 3:5, 6: “Confia em Jeová de todo o teu coração e não te estribes na tua própria compreensão. Nota-o em todos os teus caminhos, e ele mesmo endireitará as tuas veredas.” Pouco depois de seu batismo, Satanás se aproximou de Jesus e o tentou a aceitar o poder e a glória deste mundo. (Luc. 4:3-13) Mas Jesus não foi desencaminhado. Ele sabia que as verdadeiras ‘riquezas, glória e vida’ resultam “da humildade e do temor de Jeová”. — Pro. 22:4.

O mundo de hoje é dominado pela ganância e pelo egoísmo. Nesse ambiente, é sensato seguirmos o exemplo de Jesus. Lembre-se, também, de que Satanás fará todo o possível para desviar os servos de Jeová da estrada estreita que conduz à vida. Ele quer ver todo mundo caminhando pela estrada larga que leva à destruição. Não se deixe enganar! Esteja decidido a lembrar-se de seu Grandioso Criador. Confie totalmente nele e apegue-se à “verdadeira vida”, que é tanto certa como iminente. — 1 Tim. 6:19.

Jovens, sejam sábios! O que vocês acham do futuro deste mundo?

A sabedoria dos jovens que se lembram de seu Grandioso Criador é superior à que normalmente teriam nessa idade. (Leia Salmo 119:99, 100.) Por aceitarem o ponto de vista de Deus, eles sabem muito bem como são sombrias as perspectivas deste mundo. Mesmo não tendo ainda vivido muito tempo, vocês jovens sem dúvida têm observado o aumento do medo e da ansiedade. Se você ainda está na escola, com certeza já ouviu falar em poluição, aquecimento global, desmatamento e outros problemas parecidos. As pessoas estão muito preocupadas com essas coisas, mas apenas as Testemunhas de Jeová entendem plenamente que tudo isso é parte do sinal de que o fim do mundo de Satanás está próximo. — Rev. 11:18.

                     Como alguns jovens se deixaram enganar?

Infelizmente, alguns jovens servos de Deus se descuidaram e perderam de vista como é curto o tempo que resta para este mundo. (2 Ped. 3:3, 4) Outros cometeram pecados graves influenciados por más companhias e pornografia. (Pro. 13:20) Como seria lamentável perder o favor de Deus agora que estamos tão perto do fim! Em vez disso, aprenda do que aconteceu com os israelitas, em 1473 AEC, quando estavam acampados nas planícies de Moabe, prestes a entrar na Terra Prometida. O que aconteceu ali?

                              Eles caíram perto da linha de chegada

Que estratégia Satanás usou nas planícies de Moabe? e Que estratégia Satanás usa atualmente? Lá naquele tempo, era óbvio que Satanás não queria que os israelitas ganhassem sua prometida herança. Depois de não ter conseguido que o profeta Balaão os amaldiçoasse, Satanás usou uma estratégia mais sutil — tentou fazer com que eles não merecessem as bênçãos de Jeová. As sedutoras mulheres de Moabe foram usadas para tentá-los e, dessa vez, o Diabo teve certa medida de êxito. O povo passou a ter relações imorais com as filhas de Moabe e a adorar Baal de Peor. Embora a preciosa herança, a Terra Prometida, estivesse muito perto, cerca de 24 mil israelitas perderam a vida. Que tragédia! — Núm. 25:1-3, 9.

Hoje, estamos nos aproximando rapidamente de uma terra prometida muito melhor: o novo sistema mundial. Como é de seu costume, Satanás de novo está usando a imoralidade sexual para corromper o povo de Deus. A moralidade no mundo caiu tanto que a fornicação é considerada normal e o homossexualismo é encarado como mero assunto de preferência pessoal. Certa irmã cristã disse: “É apenas em casa e no Salão do Reino que meus filhos aprendem que o homossexualismo e o sexo fora do casamento são condenados por Deus.” O que pode ocorrer durante a “flor da juventude”, e como os jovens podem lidar com isso?

Os jovens que se lembram de seu Grandioso Criador sabem que a intimidade sexual é uma dádiva sagrada relacionada com a vida e a procriação. Assim, eles reconhecem que as relações sexuais só devem ser praticadas do modo como Deus instruiu — no âmbito do casamento. (Heb. 13:4) Contudo, durante a “flor da juventude” — o período em que os desejos sexuais se tornam fortes e podem distorcer o critério da pessoa — pode ser uma luta permanecer casto. (1 Cor. 7:36) O que você pode fazer quando desejos impróprios invadem a sua mente? Ore com fervor a Jeová, pedindo ajuda para se concentrar em coisas sadias. Jeová sempre ouve os que recorrem a ele com sinceridade. (Leia Lucas 11:9-13.) Conversas edificantes também podem ajudar a redirecionar os pensamentos.

                             Escolha sabiamente seus alvos

Que mentalidade negativa queremos evitar, e que perguntas podemos fazer a nós mesmos? Um dos motivos de muitos jovens no mundo levarem uma vida desenfreada e só pensarem em prazeres carnais é que eles não têm “visão” — ou seja, nenhuma orientação divina ou esperança segura para o futuro. (Pro. 29:18) São como os ímpios israelitas dos dias de Isaías, que só pensavam em ‘exultação, alegria, consumo de carne e beber vinho’. (Isa. 22:13) Em vez de invejar tais pessoas, por que não reflete a respeito da preciosa esperança que Jeová dá aos leais? Se você é um jovem servo de Deus, aguarda ansiosamente o novo mundo? Esforça-se ao máximo em ‘viver com bom juízo enquanto aguarda a feliz esperança’ que Jeová lhe apresenta? (Tito 2:12, 13) Sua resposta influenciará seus alvos e prioridades na vida.

Por que os jovens cristãos que ainda estão na escola devem se esforçar arduamente? O mundo deseja que os jovens canalizem suas energias para alvos seculares. Naturalmente, vocês que ainda estão na escola devem se esforçar bastante para obter uma boa educação básica. Afinal, seu objetivo não é apenas conseguir um bom emprego, mas também ser útil na congregação e um produtivo proclamador do Reino. Para isso, você precisa saber se comunicar bem, ter raciocínio lógico e capacidade de raciocinar com outros com calma e respeito. Sem dúvida, os jovens que estudam a Bíblia e se empenham em aplicar seus princípios na vida obtêm a melhor educação disponível e lançam uma base excelente para um futuro bem-sucedido e eterno. — Leia Salmo 1:1-3.

Que exemplo as famílias cristãs farão bem em imitar? Em Israel, a educação dos filhos era uma grande prioridade dos pais. Essa educação abrangia praticamente todo aspecto da vida, em especial assuntos espirituais. (Deut. 6:6, 7) Assim, os jovens israelitas que davam ouvidos aos pais, e a outras pessoas de mais idade tementes a Deus, não adquiriam apenas conhecimento, mas também sabedoria, perspicácia, entendimento e capacidade de raciocínio — qualidades preciosas que a educação divina pode proporcionar. (Pro. 1:2-4; 2:1-5, 11-15) As famílias cristãs atuais devem dar a mesma atenção à educação.

                                    Escute os que amam você

Que tipo de conselhos alguns jovens recebem, e por que devem ser cautelosos? Os jovens recebem conselhos de todo tipo de pessoas — incluindo conselheiros de orientação escolar, que, em geral, pensam só em termos de sucesso no mundo secular. Com oração, pese todos esses conselhos à luz da Palavra de Deus e do alimento espiritual provido pelo escravo fiel e discreto. Pelo seu estudo da Bíblia, você sabe que os jovens e inexperientes são um dos alvos principais de Satanás. Por exemplo, no jardim do Éden, a inexperiente Eva deu ouvidos a Satanás, um estranho que não havia demonstrado o menor sinal de amor por ela. Como teria sido diferente o resultado se ela tivesse obedecido a Jeová, que de muitas maneiras já havia provado seu amor por ela! — Gên. 3:1-6.

Por que os jovens devem obedecer tanto a Jeová como a seus pais cristãos? Seu Grandioso Criador também ama você, e Sua motivação é sincera. Ele quer que você seja feliz para sempre, não apenas agora. Assim, com a ternura de um pai ou mãe prestimosos, ele diz para você e para todos os que o adoram: “Este é o caminho. Andai nele.” (Isa. 30:21) Se seus pais são cristãos que de fato amam a Jeová, você é ainda mais abençoado. Respeitosamente, ouça seus conselhos ao estabelecer prioridades e alvos. (Pro. 1:8, 9) Afinal, eles desejam que você ganhe a vida eterna, algo muito mais valioso do que riquezas ou prestígio neste mundo. — Mat. 16:26. Que confiança podemos ter em Jeová? e Que importante lição aprendemos do caso de Baruque?

Os que se lembram de seu Grandioso Criador levam uma vida simples, confiantes de que Jeová “de modo algum” os deixará “e de modo algum” os abandonará. (Leia Hebreus 13:5.) Visto que essa atitude sadia vai de encontro ao modo de pensar do mundo, temos de cuidar para que o espírito do mundo não nos influencie. (Efé. 2:2) Nesse respeito, considere o caso do secretário de Jeremias, Baruque, que viveu nos difíceis últimos dias de Jerusalém, que culminaram na destruição dessa cidade em 607 AEC. Parece que Baruque queria melhorar de vida em sentido material. Jeová notou isso e bondosamente o alertou a não buscar “grandes coisas” para si. Baruque mostrou ser humilde e sábio, pois deu ouvidos a Jeová e sobreviveu à destruição de Jerusalém. (Jer. 45:2-5) Por outro lado, os contemporâneos de Baruque que chegaram a adquirir “grandes coisas” em sentido material, colocando a Jeová em segundo plano, logo perderam tudo para os caldeus (babilônios). Muitos perderam também a vida. (2 Crô. 36:15-18) O caso de Baruque nos ensina que uma boa relação com Deus é muito mais importante do que riquezas e destaque neste mundo.

                               Siga os melhores exemplos

Por que Jesus, Paulo e Timóteo são excelentes modelos de vida para os servos de Jeová hoje? Para nos ajudar no caminho à vida eterna, a Palavra de Deus provê muitos excelentes modelos de vida. Jesus, por exemplo, foi o homem mais talentoso que já viveu, mas ele focalizou seu interesse naquilo que poderia ajudar as pessoas para sempre — “as boas novas do reino”. (Luc. 4:43) A fim de dar a Jeová o seu melhor, Paulo largou uma carreira promissora e usou seu tempo e suas energias para pregar as boas novas. Timóteo, “filho genuíno na fé”, imitou o belo exemplo de Paulo. (1 Tim. 1:2) Será que Jesus, Paulo e Timóteo se arrependeram da escolha que fizeram? De modo algum! De fato, Paulo disse que considerava “uma porção de refugo” as coisas que o mundo tinha a oferecer, em comparação com o privilégio de servir a Deus. — Fil. 3:8-11.

Que grandes mudanças fez um jovem irmão, e por que ele não se arrepende? Muitos jovens cristãos hoje imitam a fé demonstrada por Jesus, Paulo e Timóteo. Por exemplo, um jovem irmão que tinha um emprego bem remunerado escreveu: “Visto que eu vivia segundo os princípios bíblicos, logo recebi promoções. Mas, apesar dos benefícios financeiros, eu me sentia como se estivesse correndo atrás do vento. Quando falei com a diretoria da empresa sobre meu desejo de entrar no ministério de tempo integral, eles logo me ofereceram generosas vantagens salariais, na esperança de que eu permanecesse na empresa. Mas eu já estava decidido. Muitos não conseguiram entender por que eu abandonei uma carreira lucrativa para entrar no serviço de tempo integral. Minha resposta é que eu realmente queria viver à altura da minha dedicação a Deus. O fato de minha vida agora girar em torno de coisas espirituais me dá uma felicidade e um contentamento que dinheiro ou prestígio algum poderia me dar.”

Que escolha sábia os jovens são incentivados a fazer? Ao redor do mundo, milhares de jovens têm feito escolhas sábias similares a essa. Portanto, jovens, ao pensarem no seu futuro, tenham bem em mente o dia de Jeová. (2 Ped. 3:11, 12) Não invejem os que estão tirando o máximo de proveito deste mundo. Em vez disso, dêem ouvidos aos que de fato amam vocês. Armazenar “tesouros no céu” é o investimento mais seguro e o único com benefícios eternos. (Mat. 6:19, 20; leia 1 João 2:15-17.) Sim, lembrem-se de seu Grandioso Criador. Jeová os abençoará por isso.